Tuas Mãos


Quero sentir as tuas mãos...
Macias,
Fortes,
Sensuais,
Invasivas,
Imorais...
Percorrem o meu corpo,
Tateando todos os meus cantos e recantos,
Lugares proibidos...
Jamais percorridos,
Pelos teus dedos atrevidos,
Que só tu és capaz de desbravar,
Arrepias-me, enlouqueces-me...
Fazes-me sentir sensações jamais sentidas,
Só tu possuis esse mapa imaginário,
De todos os meus pontos eróticos,
Conheces cada ponto, cada célula,
Sabes como me fazer vibrar,
Tal qual uma corda de violino,
Nas mãos do seu mestre...

This entry was posted on . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

15 Responses to “Tuas Mãos”

Sensualidade Caliente disse...

Deixa entao as minhas maos percorrerem o teu doce corpo, os meus olhos descobrirem o teu mapa imaginario, (re) descobrir cada milimetro do teu corpo e fazer-te sentir como nunca antes te sentiste, nao pela luxuria, mas pelo amor aliado a luxuria.

Sailing disse...

quero retribuir a tua visita ao Mar e agradecer as tuas palavras ... quero dizer-te ainda que adorei este texto, ... que as mãos sejam o calor e a protecção dos amantes

Bj

Poeta da Lua disse...

nossa! fiquei sem ar.....
esta boca é sua?
um abraço e um sorriso!

Poeta da Lua disse...

voltei...
sabe, é bonito ver lábios assim...
mas reti meu pensamento no teu beijo doce!
uma abraço e um sorriso!

luafeiticeira disse...

Que surpresa encontrar um blog tão sensual. Parabéns.
7 beijos

Poeta da Lua disse...

outro abraço e outro sorriso!
ah, beijo-te também!

Maria disse...

Será que estás a falar de Vivaldi...hummmm!!!

Poeta da Lua disse...

voltei! aliás, ainda cá estou...
o texto tem muita sensualidade,
fiquei a sentir o son e o vibrar das cordas do violino.
beijo-te doce!

Poeta da Lua disse...

ainda não consegui me ir embora... ficarei por aqui a escuatar o som do violino......
não penses que é por causa dos teus lábios! não, não mesmo...

brunito disse...

Pela primeira vez que olhei para esta imagem, confesso, transmitiu-me uma sensação de paz! Fiquei horas a olhar para ela, aqui no silêncio do meu quarto!
Encostei-me na cadeira e apercebi-me da calma que me invadia, fazia tempo que não me sentia assim…
Finalmente…
Bom fim de semana!

Reflexos da Alma disse...

Olá Silencio Sentido,
Começo a viajar pelos teus Silencios e pelos teus Sentidos, e confesso que me entrego totalmente nas tuas Mãos ... pois aqui demonstras sabedoria e sensualidde na subjectividade dos Desejos...
Adorei mais este poema, pois ele me revela os teus Silencios Sentidos em que me perco...
Amei !!!
Te deixo Beijos Doces no mar dos teus Sentidos

madragoa disse...

Sou o culpado
Estou amarrado em suas mãos
Quanta saudade
Quando o teu corpo toca o meu
Como eu queria
O fim das crises do teu coração
Quem sabe um dia
A sua vontade seja eu
Sou o culpado
Me dei todo e você desfaz
Quanta saudade
Minha recompensa é você
Como eu queria
Concordar com tudo que me faz
Quem sabe um dia
Eu até consiga te esquecer
Amor é pra sentir
Não pra entender

merci cherrie

Vladimir disse...

maravilhosamente sensual.............

serenidade disse...

Linda esta melodia sentida ...

Bom domingo.

Sereno sorriso

Dias... disse...

Hum...
Sempre bom conhecerem-nos, e tão dificil encontrarem-nos.
Beijo

Com tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *