Gostaria...


Gostaria de Têr o Dom,
De Transformar a Tristeza,
Numa flôr de rara Beleza.
De poder Transformar a Dôr,
Num momento Pleno de Felicidade.

Gostaria de os Desamparados Ajudar,
E as Crianças Famintas Alimentar...
A todos os Desprezados desta Vida,
Um pouco de Consolo lhes poder Dar.

Às Pessoas Malvadas e sem Escrúpulos,
O Poder para Sempre os Regenerar.
As Invejosos e Egoístas,
A Partilha poder Ensinar...

Aos que Odeiam,
O Amor poder Demonstrar....

Resta-me Apenas um Dom...
O Dom de Amar...

Amar sem reservas os meus amigos,
E quem sabe ensinar um pouco de amor aos inimigos...
Saber partilhar um momento de felicidade com os conhecidos,
E também com os desconhecidos...

Para a Felicidade alcançar,
Também temos de a saber Partilhar...

Assim é com o Amor...

Nas suas ternas asas sedutoras quero voar,
E nos seus Braços aconchegantes,
Eternamente repousar...


Um Beijo Silencioso e Sentido

This entry was posted on and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

12 Responses to “Gostaria...”

Rafaela disse...

O Tempo.
O Momento.
A Vida.
Três palavras de simples entendimento
para alguns, e muito complexamente
interpretada pelos outros.
Posso classificar-me, no grupo
"outros".

O Tempo passa corrido. Quando menos
esperamos, algo que parecia estar
tão distante e tão confuso, tornam-se,
repentinamente,
muito próximo, muito exclarecido.
Eu não entendo o Tempo.
O Momento é o agora. O presente.
Uma coisa instantanea que se revela
naturalmente ao abrir de nossos olhos;
no ar que respiramos. Esse, tem de
ser bem aproveitado e curtido.
Afinal, não sabemos o que seremos amanhã.
Eu não entendo o Momento.
A Vida. O que posso conceituar sobre a vida...
Emoções. Paixões. Sofrimentos. Alegrias.
Lágrimas. Perdão. Saudades. Amor.
Essa, é uma graça que recebemos,
e cabe a nós construí-la e
realmente vivê-la intesamente, como
se fosse o último Tempo,
o último Momento.
Eu não entendo a Vida.
Definitivamente,
eu não me entendo.

Laura Machado Porto
Muito belo. Parabéns!!

Luís disse...

Talvez haja vezes que não consigas usar o dom que tens, por pressão por exemplo. Só acontece aos cobiçados, aos fortes e a quem o tem...

Um beijo em silêncio é original :)

mixtu disse...

o dom de amar, é suficiente

beijinhos

Entre linhas... disse...

Vale a pena voar conquistar a liberdade de amar.
Bom fim de semana
Bjs Zita

Mário Margaride disse...

Querida amiga!

Lindas palavras contidas, neste Belíssimo poema!

Terno, e doce beijo.

Anónimo disse...

boa noite silencio só tenho duas palavras que tens no teu corçao amor e felicidade e amizade nunca os percas guarda-os com ternura pois essas palavras sintam o conforto do teu coraçao beijinhos fofos kursk

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Amar sem reservas! Amei!
O nome do teu blog é muito sugestivo... cmo amo o meu silência.. chamo-lhe de Silêncio bom :)

beijos =^.^=

Um Momento... disse...

E eu gostaria de ter o dom
De olhar para ti
Dizer-te
-Amiga sorri!!
Sê feliz
E ver-te a sorrir,
A irradiar felicidade

Um beijo de boa noite
Aí nesse teu imenso coração (*)

gasolina disse...

Som do S.,

Isto tudo guardado só para ti?
Ías deixar-nos à mingua das tuas palavras, dos teus respirares, dos teus silêncios tão ruidosos...

Ainda estou mais feliz, porque o teu verbo é pleno.

Um beijo para ti, outro pela tua volta, outro pelo que nos dás.

blue disse...

Gostei muito muito deste.
Voltaste em beleza :)

Beijos azuis

suruka disse...

Eu acho mesmo que só dando
podemos alguma vez sentir o prazer de receber.

Angell disse...

É será pouco o "O Dom de Amar..."?? Claro, que não!! :)

Fica bem!

Bjs!

Com tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *