Escrava...


Adoro ser lambuzada,
Por ti descaradamente,
E deliciosamente untada...
Seja com mel...
Chantilly, ou leite condensado...

Morro de paixão,
Quando sinto a tua língua quente,
Húmida e atrevida,
Que percorre toda a minha pele,
Fazes ondular o meu corpo,
Tal qual uma serpente...

Contigo faço tudo...
Satisfazemos mutuamente,
Todas as nossas loucas fantasias,
Seja de dia, de noite ou pela madrugada...
Entre nós não existem tabús,
Serei a tua eterna enamorada...

Somos dois animais,
Irremediávelmente no cio,
Tiramos ambos ,
O máximo de prazer todos os dias...
Fazemos amor em horas incertas,
Nos locais mais improváveis...

A rotina para nós não serve,
Nem tão pouco o comodismo,
É coisa que não existe,
Afogamos as vontades,
Num mar de erotismo...

Sou sim, a Deusa Afrodite,
Nestas horas loucas,
Que juntos passamos,
E tão bem aproveitamos...

E tu...
O meu Adónis,
Só tu me consegues enlouquecer,
De tanto prazer...
Faz do meu corpo a tua morada,
Serei para sempre a tua escrava...
Do prazer...

This entry was posted on and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

11 Responses to “Escrava...”

Flash disse...

As cordas ficam-te mesmo bem!!!

Bju

Mário Margaride disse...

Belíssimo poema!

Que bela escrevidão...

Beijo terno...

Helluah disse...

AI CUM CANECO!!! que me deu tantos calores ao ler isto.. oh mulher!! estás possuida!!! uffa....

Um Momento disse...

aI...
Será essa a minha medicação para me passar a minha costipação??
Este texto... ufffffffffffff

Vou apanhar ar... pois acho que a minha febre aumentou:)))))))

Beijo babilástico em ti, nesse teu coraçãozinho:))))

(*)

Repórter disse...

Sensualidade "qb" que me apraz ler.

Bj

Condessa disse...

Escrava do prazer, dona do corpo que te dá prazer, à margem da lei, como convém.
Quente beijo com os cumprimentos da côrte.

Sol da meia noite disse...

Só uma entrega total, faz sentido...

Senão, nem vale a pena...

Beijinho!

Mestre disse...

Bem....Bondage???
Gosto de ler esta som do silêncio...mas pelo que leio não acredito que exista muito silêncio por perto...;-)
Um beijo

Dias disse...

A 2ª ilustração está fabulosa.
O texto, desprende-me o sangue.

Beijo bastante agradado

Be_Yourself disse...

Hello!
Mas que poema...
Esse Adónis deve ser mesmo bom.

See you.

suruka disse...

Mas que bem...

agora, aquela menina onde está???

Ofereço-me para a desatar com o todo o carinho.

Prometo compensa-la com uma grande dose de LIBERDADE.

Com tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *