Insónias...



É madrugada...
Lá fora ouço ruídos... Sons...
Murmúrios inquietantes...
Solitários... Vazios...
Mil pensamentos torturantes,

Invadem a minha mente,
Trazem recordações...
Lembranças de outrora...



A tristeza parte o meu coração,
Desfaz-se em mil estilhaços.
Tento, em vão adormecer,
Esforço-me por apagar da minha memória,
As imagens de nós dois,
Os momentos de paixão...


Nesta mesma cama,
Onde agora me viro, Me revolvo...
Sem descanso... O sono não chega,
Não me alcança,
Nada me acalma,
Me apazigua,
Só esta ténue lembrança...


Que tenho dentro de mim...
Não sinto frio... Nem calor...
Só um cansaço desmedido,
Pela falta do teu amor...


Os sonhos...

À muito que abandonaram o meu ser,

Não fazem mais parte,
Das minhas noites insones,
Tristes... Solitárias...


Como eu queria..
Só mais uma vez te ter...
A minha alma vagueia,
Solta-se do meu corpo,
Mesmo sem eu perceber...
Como se já não me pertencesse...


Viaja por terras desconhecidas,
Na eterna busca de carinho...

Enreda-se nessa teia...

Maléfica que é a distância...

Olho para o lado da cama..


Está vazio...
E num repente...
Um calor percorre ardente...
O meu ser.


Circula célere nas minhas veias,

Infiltra-se nos meus poros,
A minha pele arrepia-se,

O meu sexo lateja a um ponto agonizante,

Na lembrança erótica e electrizante...


Dos momentos de puro prazer partilhados...
Recordo o som dos gemidos...
Como era intenso e único...
Cada vez que fazíamos amor...
Os orgasmos indescritíveis...
Inesquecíveis...


Tudo isso hoje...


Transformou-se na maior razão,
Das minhas noites de insónias...

This entry was posted on and is filed under ,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

12 Responses to “Insónias...”

Um Momento disse...

Hum...
Insónia , a fiel companheira...
Quantos de nós não conversamos com ela...pois ela é uma boa conversadeira...
Poema lindo e sentido
Deixo um beijo em ti... á insónia... vou falar com ela daqui a pouco

(*)

Flash disse...

Essa é a maior razão?
Então quais são as outras?

Beijo sem sono

Mustafa Şenalp disse...

çok güzel bir site.

O Profano disse...

Minha amiga, se as insónias te dão inspiração para textos como estes, então faço votos para que não durmas :)

bjs

anne disse...

Nas noites insones, empilhamos devaneios e num misto de emoções, recordamos o que passou de bom ou de ruim. Gostei muito do poema sofrido e lindo.

POETA VAGABUNDO disse...

insonias....quando as tenho adormeço sempre com um livro na mão..já tu escreves coisas belas...
beijo vagabundo

Isa disse...

que estas insónias silenciosas te tragam sempre assim esta inspiração na ponta dos dedos...

beijinhos sentidos:)

Maria José disse...

E é assim, quando o sono quer chegar mas foge com medo de nos fazer chorar na noite escura...

Intimo Misterio disse...

Dou a conhecer um novo blog onde arte de amar reinara.

Serás bemvindo.

Beijinhos

Intimo Misterio
www.intimomisterio.blogs.sapo.pt

Marquês disse...

Cara silêncio, sempre que a noite não te adormeça e os sonhos não te deixem repousar, vem ter comigo, eu e a condessa esperamos-te em real alcova para deixar teu corpo exausto e a alma leve, como um pássaro...

jguerra disse...

As insónias por vezes são traiçoeiras, levam-nos a mundos e imagens que queremos e não queremos.
Um abraço.

Brain disse...

Completo,
Sentido,
Pleno!

A melhor "descrição" de que já tive conhecimento!

Parabéns! MESMO!

Beijo

PS: O post anterior também... Huuummmm.... LINDO!

Com tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *