A Noite


As noites de lua cheia
São feitas para amar

Os corpos encontram-se

E frenéticos começam a dançar.


As almas tolamente enamoradas

Viajam mudas nessa imensidão

Flutuam cálidas e vaporosas

Ouvindo a voz do coração.


Os corpos dançam livremente

A suave música da felicidade

Tentam intensamente viver

Esse sentimento incongruente.


O sol da paixão rasga
A noite tenebrosa
Sinto a mente cheia de candura
Que se recolhe silenciosa.


O hino do amor reberva

Nas profundezas do meu ser

Deito-me nos teus braços

E lentamente deixo-me desfalecer.

This entry was posted on and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

22 Responses to “A Noite”

Um Momento disse...

Na minha noite
Na minha Lua
Tu me espreitas-te
Eu em ti me reli
Belo o teu poema
Como só o poderia esperar de ti
Deixo um beijo
Um sorriso de mim
Todinho... em ti
(*)

Maria José disse...

Entrega, esquecendo que há um mundo lá fora...

POETA VAGABUNDO disse...

hummm...palavras saborosas as tuas...como sempre...
beijo vagabundo

sniqper © disse...

Mergulhar no profundo, fugir do mundo, sentir um silêncio profundo...
Viver é muito mais que isso minha amiga, é gritar, agitar e mergulhar na luz...
Paixão é situação, amor é calor, vida é tudo isso e muito mais...
Cada dia é uma descoberta, se para tal a tua mente estiver aberta...

Flash disse...

Bonito como sempre.

Este registo apaixonado é o que mais aprecio em ti...
Gostei especialmente de:
"O sol da paixão rasga
A noite tenebrosa"

Beijo ensolarado

GarçaReal disse...

Belo este teu desfalecimento...A condizer com o poema.



Bjgrande

Rain Sister disse...

As noites de Lua Cheia e as outras todas também ;-)
Beijocas

serenidade disse...

...e é tão bom deixar-se desfalecer nos braços do amor... mesmo seja apenas em pensamento-...

Serenos sorrisos

vagabundo disse...

Em silêncio procurei-te
Sonhei contigo noites sem fim...
Na penumbra dos sonhos beijei-te,
E quis-te perto de mim.

Beijei-te os lábios e o pescoço
Os olhos e o dorso
Arrepiei-te de prazer.
Segredos te segredei
Nas orelhas que te trinquei
Docemente sem doer.

Mas mais uma vez acordo triste
Foi só sonho. Tu não me ouviste.
Procuro-te, e tu não estás.
O novo espaço que abri
É só p'ra mim que já morri
No teu pensamento...
Que de volta não me traz.

antonio disse...

todas as noites são propicias ao AMOR xó que umas dão mais encanto que outras, tudo parte da disposição , da vontade mutua, pois quando assim não é, para um dos componentes acaba por ser uma tarefa e nada mais,no acto amoroso não pode existir falta de vontade ou se anda aluado(a)ou não se faz, guarda-se...

Som Do Silêncio disse...

Um Momento

Bela és tu minha amiga, por tão belas palavras sempre me deixares.

Um Beijo Sereno

Som Do Silêncio disse...

Maria José

Por vezes esquece-se mesmo tudo à nossa volta...

Um Beijo Sereno

Som Do Silêncio disse...

Poeta Vagabundo

E as tuas sempre tão bem vindas meu querido.

Um Beijo Sereno

Som Do Silêncio disse...

Sniqper

My darling a mente tem mesmo de estar aberta senão nada nos alcança...

Um Beijo Quente

Som Do Silêncio disse...

Flash

Meu patrãozinho fofo, sempre atento aos meu pormenores literários.

És um doce

Vem cá que quero dar-te uma beijoka enorme nessa bochecha

Muahhhhhhhhh

Som Do Silêncio disse...

Garça Real

Um desfalecimento literário é sempre assim...

Um Beijo Sereno

Som Do Silêncio disse...

Rain Sister

Tens toda a razão amiguinha, as noites de lua cheia e as outras todas tbm...

Eu tenho especial apetência pelas de noite de lua cheia...

Um Beijo Enluarado

Som Do Silêncio disse...

Serenidade

Tens toda a razão, quantas vezes apenas sonhamos que estamos nos braços do amor.
Mas mesmo assim não deixa de ser maravilhoso...

Um Beijo Sereno

Som Do Silêncio disse...

Meu querido Vagabundo

Sempre a fazeres aqui a menina corar de alegria por tão belos poemas me deixares no meu cantinho.

Adoro-te muitoooo

Um Beijo enorme nesse teu coração lindo

Som Do Silêncio disse...

Antonio

Tens toda a razão, por vezes nem sempre a disposição é a mais propicia a esses arrebatos de paixão...

Um Beijo Sereno

suruka disse...

És uma poeta

fazes amor com as palavras.

parabens!!!

Som Do Silêncio disse...

Suruka

Assim fico babada...

És um amor!

Faço amor com as palavras sim...

Sou a sua cumplice.

Um Beijo Poético

Com tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *