...Redoma Protectora...


Sento-me à margem da razão
Sinto a neblina espessa
Que lentamente desce ao meu redor
Envolvendo-me num manto húmido

Esconde a minha pessoa
Dos olhares ávidos, cobiçosos
Dos abutres que pairam no alto
Como espectros demoníacos

Fazem voos rasantes
Tangentes que quase as sinto
Tentam a todo o custo me alcançar
Sedentas de carne fresca

Mas, recuso enfaticamente
Esses avanços mortíferos
Oculto-me nessa fina redoma
Que momentaneamente me protege...

***

Fotografia By Luis Bordalo (
my backyard)

@ Olhares


This entry was posted on . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

5 Responses to “...Redoma Protectora...”

vagabundo disse...

Fina redoma é a margem da razão,
Traçada pelo coração
onde também às vezes me sento eu…
queira Deus possa só cruzar
quando nessa margem me sentar
o meu olhar com o seu.

Volte,

Antonio saramago disse...

não faças isso!!!
Vive em liberdade!

a_Dreamer disse...

Não te deixes ficar na redoma... usa-a apenas enquanto ganhas força e volta à luta... os abutres só nos atacam quando já não temos forças para nos levantar e nos deixamos «morrer»... luta... VIVE...

abraço

Ana disse...

Ainda bem que voltaste!

Já tinha saudades!

Fica bem.

ContorNUS disse...

Belo o teu sentir silêncioso...mesmo qd triste

Beijo grande ;)

Tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *