Naufrago


Sou um marinheiro perdido
Atracado num porto distante
Num barco escondido
Neste mundo gigante

Vagueio por aí sem rumo
De alma envenenada
Por essa noite vazia
Cortando o tempo à navalhada

Voltei as costas ao futuro
Embriaguei-me com o riso do passado
À muito não trespassa esse muro
Desta vida estagnada

De que vale ter o mapa
Se o barco está parado
Avistar a terra prometida
Tendo o fim já traçado

This entry was posted on and is filed under ,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

14 Responses to “Naufrago”

Lídia Amorim disse...

não vim ca durante um tempo, mas vejo que os poemas continuam a ser fantasticos e transparentes em beleza.

bjokas

suruka disse...

Que saudades!
Passei para visitar e deixar
um abraço.
www.jonelmusico.blogspot.com

suruka disse...

Que saudades!
Passei para visitar e deixar
um abraço.
www.jonelmusico.blogspot.com

Kapikua disse...

Saudades trago comigo
do teu corpo e nada mais
pois a lei por que me sigo
não tem pecados mortais!

foi só uma nota introdutória de um fado do Camané (não fui ver o autor do poema) para expressar a saudade que tenho do teu toque blogoviolador! :)

Beijo no pescoço!

Dri Viaro disse...

oi, passei pra desejar boa semana e conhecer o blog
bjsss

aguardo sua visita :)

luafeiticeira disse...

A imagem, o poema, a qualidade do costume...

Bom Natal

A Heidi III finalmente regressou.
joca

Pena disse...

Linda Amiga:
Ainda se lembra de mim?
Escreve com encanto, ternura, pureza e beleza imensas.
Parabéns. Um belo poema de maravilhar, apesar da tristeza sentida.
Adorei.
Já sentia saudades de vir aqui.
Beijinhos amigos de respeito, estima e consideração.
Com admiração pela sua sensibilidade linda.

pena

É brilhante na sua deliciosa e soberba escrita genial, já lho disse há imenso tempo. Continua a encantar.
Bem-Haja, preciosa amiga.
Que saudades...!

mitro disse...

Nada importa!
Navegar é preciso!

Pedro Bom disse...

Belas poesias!!

continuando assim... disse...

convite para seguir a história de Alice, lá no
--- continuando assim... ---
ainda só vai no início :)

espero que gostes

bj
teresa

rouxinol de Bernardim disse...

Avistar terra prometida é sempre a miragem neste deserto do quotidiano!

rouxinol de Bernardim disse...

A excelência, o pulsar da sensibilidade em estado puro1

manuela disse...

Por isso é essencial aproveitar cada segundo da vida...as suas palavras vão de encontro ao sentir de tantas pessoas! expostas lindamente. ( manuela: sentimento.canalblog.com )

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....

Com tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *