Enfim descansarei...


Atormentas-me a alma,
Com a profundidade da dor,
O teu silêncio cansa o meu ser,
Tira de mim o que de mais puro tenho,
Não sei mais que fazer...

Vou percorrer o mundo...
Conhecer novas paragens,
Buscar ávida uma nova sensação,
Para o meu sofrido coração.

Sinto neste tempo a amargura,
A ingratidão em que vivo,
O esquecimento que perdura,
E eu mais uma vez,
Entro em fuga....

Acordo na escuridão...
Nesse tenebroso e assustador breu...
Quero ser iluminada...
Para que finalmente,
Possa ser notada.

Quero sentir o aconchego,
Da tua muralha protetora,
Os sentimentos que me castigam,
E a minha alma fustigam...

Pois finalmente
Contigo estarei...
Protegida de tantas dores,
Tantas marcas, tantos descasos...
Tantas traições...
Enfim descansarei...

This entry was posted on and is filed under ,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

12 Responses to “Enfim descansarei...”

Menina do Rio disse...

Pois viaje, nem que seja em pensamentos e conquiste o mundo!

beijinhos

mitro disse...

Porque não?
(mas quem se silenciou foste tu...)

Diva disse...

Acorda
Vive
Voa
Enfim... descansaras quando a alma finalmente se deixar abracar...
Bjs meus

Helluah disse...

:) muito bonito!

EXCITAÇÕES disse...

Bonito poema, um pouco triste, mas com muita beleza silenciosa...

Gostei de aqui estar, e se não te importares, vou linkar-te para voltar.

Obrigado pelo amável comentário que deixaste no Excitações. Sabe sempre bem...

beijinhos um pouco a dar para o barulhento

MANDALAS POEMAS disse...

Hola, cordial saludo. Desde Barranquilla, Colombia, te envío un caluroso abrazo y mis felicitaciones por tu blog, en especial por su contenido. Te invito muy cordialmente a que visites el mio donde están consignados mis poemas. Si lo deseas, puedes recomendarlo y a la vez utilizar los poemas. Espero tu visita y tus valiosos comentarios.

www.mandalaspoemas.blogspot.com

Sinceramente,


Víctor González Solano

Sol da meia noite disse...

Caso para dizeres que estás que não te entendes; que só estás bem onde não estás...
Falas em dor que te atormenta a alma... Mas falas também em finalmente descansares...
Corre atrás desse finalmente, dessa paz...

Beijinhos!

O Silencio disse...

Um verdadeiro amigo é alguém que te conhece tal como és, compreende onde tens estado, acompanha-te em teus lucros e teus fracassos, celebra tuas alegrias, compartilha tua dor e jamais te julga por teus erros. adoro o teu blog e obg pela ajuda que me tas a dar...bjinhux

Mestre disse...

Tenho a impressão que a fuga não é a solução, principalmente se queres ser notada.
E não acredito que mesmo em silêncio não o sejas...
Beijo de...Mestre

O Profano disse...

Minha Amiga, as férias fieram-te bem.

Renovaram-te a Inspiração para escrever estes textos tão belos e tocantes que nos presenteias diariamente.

bjs

rosa disse...

Todos procuramos este descanso, a proteção no ser amado, o amor nos consome, arde, dói, mas a sensação de plenitude, de gozo, de felicidade, no fim se esqueçe as amarguras. Abraços

gasolina disse...

Esse amor que mastiga, maltrata e que tanto buscamos no contrasenso para nos acalmar.

Um beijo GRANDE, Querida Babulástica!

Com tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *