O Livro Secreto


Ouço um sussurro,
Não sei de onde ele brotou,
Apuro o meu sentido auditivo,
Que logo o encontrou.

O meu corpo impulsionado,
Por essa suave melodia,
Chega à estante mágica,
E absorvo a sua sinfonia.

A capa dourada e vermelha,
O meu olhar fascinado cativou,
A minha mão estende-se,
E suavemente o tocou.

Num impulso insano,
Do seu sitio secreto o tirei,
Sinto o choque electrizante,
Quando com os dedos ávidos,
A sua suave lombada toquei.

Ouço de novo o som murmurante,
Provinha do misterioso interior,
Daquele livro intrigante,
Docemente o seu interior desvendei.

Um rosto assustador brotou,
Saltou na minha direcção,
Um grito agonizante fez-se ouvir,
Ecoando na tenebrosa escuridão.

Inconscientemente,
A meus pés o deixei cair,
O susto e o pânico,
Não me deixavam reagir.

Fiquei hipnotizada,
Não conseguia deixar de olhar,
Aquele rosto difuso,
Eternamente a Gritar.

This entry was posted on and is filed under ,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

16 Responses to “O Livro Secreto”

Um Momento disse...

Hein??
Venho de uma lembrança...
Levo com um "filme de terror"
Help!!!
Mas... Belo texto:))
Estás inspirada:))
Beijo... ( sem aquele grito fantasmagorico)

PS: Já nem vou dormir direito:D

(*)

POETA VAGABUNDO disse...

belo este poema...adorei as imagens...o texto de baixo muito intenso...
beijo vagabundo

Papoila disse...

Juro que não vou procurar nenhum diário no armário! brrrrrrrrrr

Beijinhos
BF

Naeno disse...

Nossos medos, nossas fantazias, em torno da solid�o em que se est� imergido, nos faz ter vis�o at� do pr�prio para�so. A vida que o nada ganha tamb�m � poss�vel. E pode-se at� pegar, sentir seu aroma, e convencer-se de que tudo � real, de que afinal estamos num estado de seguran�a e paz.

Um beijo
Naeno

rosa dourada/ondina azul disse...

Serão os medos ou os sonhos não realizados?

Lindo poema !

Beijinho,

vagabundo disse...

tchau!

Sol da meia noite disse...

Sonhos que dão lugar a pesadelos...
Desejos que dão lugar a medos...

Momentos... apenas momentos...

Beijinhos!

GarçaReal disse...

Serão medos?

Bonito este texto.Gostei muito.

bjgrande

Menina do Rio disse...

Um belo texto, mas eu não me atreveria a abrir este livro...

beijinhos

C Valente disse...

Aqui á fantasmas, creio que não é uma posia cheia de mistério
saudações amigas

MANDALAS POEMAS disse...

Hola, desde Barranquilla, Colombia, te envío un caluroso saludo y mis felicitaciones por tu blog y en especial por su contenido. Te invito a que visites el mio donde están consignados mis poemas los cuales puedes utilizar si lo deseas, eso si mencionando el blog o mi nombre. Espero tu visita y tus valiosos comentarios.

www.mandalaspoemas.blogspot.com

Un abrazo,


Víctor González Solano

Mário Margaride disse...

Querida amiga,

Que beleza de poema!

Por vezes,
à silêncios que nos assustam.
Ao acorda-los,
despertam anseios contidos,
hà muito,
dentro de si adormecidos.

Bom fim de semana!

Beijinhos...

©õllyß®y disse...

O despertar dos silêncios...delicia

Doce beijo

O Profeta disse...

Soltaram-se as notas desta sonata
Secretamente a noite invadiu o dia
Risos de pássaro de fogo na manhã
Que uma suave brisa anuncia


Bom fim de semana

Uma profecia de ternura

gasolina disse...

As horas de leitura são sempre mágicas!

Beijinhos, Querida babulástica!

suruka disse...

hummmmmmmm
que choque electrizante.

bom mesmo.

Tecnologia do Blogger.

Popular Posts

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *